Timber by www.emsien3.com EMSIEN-3 Ltd

Energia solar fotovoltaica é opção barata e sustentável contra o desperdício de energia elétrica

energia fotovoltaica economia 8

Associação do setor aponta benefícios da energia fotovoltaica como solução para combater desperdício de eletricidade na indústria
A cada ano são desperdiçados cerca de 10% de toda a energia gerada no Brasil na média dos segmentos industrial, comercial e residencial. Essa quantia poderia compensar o aumento da demanda nacional por 24 meses ou abastecer os estados do Rio de Janeiro e do Ceará por um ano. O alerta é da Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia (ABESCO), que também aponta que cerca de 3% do desperdício de energia elétrica foi ocasionado por conta da queda na produção industrial. A explicação parte do atual cenário econômico do País, responsável pelo descompasso entre a estrutura e a procura por produtos.

GM se compromete a ter 100% das energias renováveis até 2050

DETROIT - A General Motors planeja gerar ou ser fonte a energia elétrica 100% vinda de energias renováveis - como a eólica, solar e de gás de aterro - até 2050 para suas 350 operações em 59 países.

gm (general motors) energia solar renovável

"Estabelecer uma meta de utilizarmos 100% de energia renovável nos ajuda a servir melhor a sociedade, reduzindo nosso impacto ambiental", disse a presidente da GM e CEO Mary Barra. "Esta procura por energias renováveis beneficia nossos clientes e comunidades através de um ar mais puro e ainda reforçando o nosso negócio ao diminuirmos nossos custos com energia."

A nova meta de energia renovável, juntamente com o desenvolvimento de veículos elétricos e uma manufatura mais eficiente, faz parte da estratégia global da empresa para fortalecer seus negócios, melhorar as comunidades e atender questões das mudanças climáticas. A GM também se une a RE100, uma iniciativa de colaboração global das empresas comprometidas com 100% de energia renovável, trabalhando para aumentar o uso de energia limpa.

UEPB inicia estudo experimental para implantação de sistema solar fotovoltaico

UEPB implantacao sistema solar fotovoltaico

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) deu início a um estudo experimental que poderá transformar o consumo de energia elétrica em todas as suas dependências em um futuro próximo. A partir de uma parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi/Paraíba) a Instituição avaliará a possibilidade de implantação de um sistema solar fotovoltaico, que será capaz de gerar energia elétrica através da radiação solar.

Uma reunião realizada na tarde desta terça-feira (13), no Gabinete da Reitoria, em Bodocongó, entre o reitor Rangel Junior; o professor do Departamento de Física do Câmpus de Patos, Valdeci Mestre; e Newmark Carvalho, coordenador do Núcleo de Energia do Sesi, marcou a apresentação da proposta para implantação experimental dessa nova tecnologia no Câmpus VII. A escolha pela unidade localizada no Sertão deu-se por suas condições climáticas favoráveis ao desenvolvimento do projeto.

Brasil poderá ter 1,2 milhão de consumidores geradores de energia em 2024

Brasil poderá ter 1,2 milhão de consumidores geradores de energia em 2024
Créditos da Imgem: Geraldo Magela/Agência Senado

A geração de energia pelo próprio consumidor tende a crescer e deve chegar a 1,2 milhão de unidades consumidoras no Brasil até 2024, segundo projeção da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A chamada geração distribuída e as fontes de energia renovável foram tema de audiência pública na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) nesta quinta-feira (15).

Segundo o assessor da Aneel, Hugo Lamin, até julho deste ano, 4.517 unidades consumidoras no país já possuíam a geração distribuída nas modalidades de micro ou minigeração. A Resolução 482/2012 da Agência, que foi revista em 2015, estabeleceu que as microgeradoras são as que produzem até 75 quilowatts (KW) de energia, enquanto que as minigeradoras, até 5 megawatts (MW).

Minas já conta com mais de mil microgeradores residenciais de energia

Estado lidera nesse tipo de mercado de geração particular distribuída, que permite ao consumidor obter desconto na conta de luz.

producao energia solar residencial conta de luz

A Cemig atingiu, em agosto deste ano, o expressivo número de 1.074 micro e minigeradores de energia elétrica, consolidando-se como a distribuidora com mais ligações dessa categoria, representando uma potência instalada de 7,7 MWp.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) permite, desde 2012, que os consumidores tenham sistemas para produzir qualquer tipo de energia renovável em suas residências e, com isso, obter descontos na conta de luz.

Principal meio para esse tipo de geração, as células fotovoltaicas (energia solar) devem ser adquiridos pelos clientes, e o projeto deve ser assinado por um engenheiro responsável, que envia a documentação para as concessionárias.

Mais Artigos...